Notícia

Tom e Bia

Muitas vezes recebemos feedback dos gatinhos que entregamos. Gostamos de acompanhar como podemos. Mas quando recebemos um retorno tão  emocionante como este, fazemos questão  de compartilhar.


O gatinho em questão é Tom, um Maine Coon, Black tabby & white, com quase 5 kg atualmente ainda um bebê, mas com tamanha sensibilidade.


Esse gatinho vive na Bahia, com dra. Ingrid (médica pediatra - @ingridpassosmacedo) e sua filha Bia, de seis anos. Bia tem autismo severo, e foi indicado pelos médicos e terapeutas esse convívio com um gato.


Ingrid não mediu esforços e nos contactou. Enviamos a ela o Tom a cerca de cinco meses.


"E depois que o Tom chegou, ela nunca mais teve nenhuma convulsão [...] é um milagre […]", disse Ingrid, deixando o neurologista e terapeutas muito felizes. 


Bia, atualmente, dorme a noite inteira, sem remédios. O Tom comparece com ela em todas as sessões de terapia, e "quando ela está agitada, ele sobe em cima" e a acalma, "ele tem sido um gato terapêutico mesmo". Hoje ela  consegue ficar só no quarto com ele, fazendo as tarefas e brincando. "Ela melhorou a fala e já  foi na escola três vezes", sempre com ele.


Ficamos muito felizes por elas e por Tom também. E agradecidos por esse relato emocionante que nos incentiva a mantermos a criação.


Obrigado Bia, Ingrid e Tom.

Entre em contato

Mensagem enviada com sucesso!

A mensagem não pôde ser enviada, tente novamente.